sábado, 11 de junho de 2011

Dois tipos de discípulos de Jesus Cristo

João 6:66-69

66 Por causa disso muitos dos seus discípulos voltaram para trás e não andaram mais com ele.
67 Perguntou então Jesus aos doze: Quereis vós também retirar-vos?
68 Respondeu-lhe Simão Pedro: Senhor, para quem iremos nós? Tu tens as palavras da vida eterna.
69 E nós já temos crido e bem sabemos que tu és o Santo de Deus.

INTRODUÇÃO:

Dia-a-dia surge novos grupos de pessoas que identificam-se como seguidores de Cristo. É necessário diferenciar o tipo de discípulo, pesquisar as diferenças, conferir as intenções, analisar os comportamentos e compromissos. Finalmente diagnosticar e descobrir a verdadeira situação de tais discípulos.

I)    DEFINIÇÃO DA PALAVRA “DISCÍPULO”

A. A pessoa que recebe o ensino em um centro docente. Que segue a opinião de uma escola filosófica e de um mestre.

B. O término bíblico no  grego para a palavra “discípulo” é “mathetes” que significa “ensinado” ou “capacitado”.

C. Esta palavra aparece 269 vezes nos Evangelhos e em Atos.
Depois de analisar um pouco a definição da palavra “discípulo”, necessitamos agora analisar que tipo de discípulo que somos.

II)    PRIMEIRO TIPO: OS QUE VOLTAM ATRÁS (João 6:66)

Um discípulo é aquele que anda nos passos de seu mestre, para isto tomei dois exemplos na Bíblia (Gn 5:24 e Cl 2:6). Você confessa que é um discípulo (a) de Cristo? Você está andando nos caminhos dele?

A. Não podem aceitar Suas palavras (João 6:60)
O discípulo que volta atrás é aquele que seguiu a Jesus enquanto ouviu o que gostava; quando ouviu o que não queria, mas necessitava então rejeita as palavras do Mestre.

B. Murmuram contra o Mestre (João 6:61)

Muitos seguiam a Jesus por simpatia, conveniência, curas, favores e coisas assim. Jesus não era a prioridade deles (Lucas 9:57-62). Por isto quando ouviram o que precisavam, se irritaram e começaram a murmurar contra o Senhor.

Pare por um momento e análise: Qual é a motivação de seguir a Jesus? De ser um discípulo de Cristo hoje em dia? Qual a estrutura espiritual e emocional que está sendo formada dentro de você para quando o Mestre tenha que lhe corrigir, possa continuar amando-O e seguindo-O?

A mensagem de Jesus foi dura e por isto muitos voltaram.
Quais os que voltaram. Leia Juízes 7:3 e procure tirar algumas lições para nossas vidas hoje.
O que leva-o a seguir e confessar a Cristo?

III)    SEGUNDO TIPO: OS QUE PERMANECEM COM ELE (João 6:68, 69)

João 15:4, 5, 7-10,16

A. Reconhecem que não tem onde irem (João 6:68)

Seguir a Jesus é entender que Ele é o único e absoluto Mestre. Não há outro como Ele. E não importa se Sua mensagem é dura e de correção, não queremos sair de trás dele.

Quantas pessoas estão “ofendidas” com Jesus? Aprendi algo na vida; quando não consigo entender bem o Senhor Jesus, tudo o que tenho que fazer é obedecer Sua palavra. Se começo a questionar, argumentar ou murmurar, sei que vou perder pois Ele pode ver e sabe muito mais do que eu. 

Como discípulo devo submeter-me e segui-lo na certeza que Ele me levará no lugar certo debaixo de Sua proteção e amor. Eu reconheço e confesso com minha boca: “Eu não tenho para onde ir fora de Jesus! Sou totalmente dependente dele!”. O que você confessa?

B. Reconhecem que somente o Mestre tem palavras de vida eterna (João 6:68)

De tudo o que se pode provar nesta vida, com toda sinceridade o ser humano pode dizer que somente há vaidade e ilusão, engano e morte.
O único que pode dizer: “Eu sou a vida” (João 14:6) foi o Senhor Jesus. Ninguém jamais se atrevei a pronunciar tais palavras! Ele é a vida e a dá abundantemente para os que O seguem (João10:10).

Caminhar nesta terra sem Jesus e depois com Ele, leva-nos a analisar que somente Ele tem palavras de vida eterna. Palavras que chegam ao coração, que  conforta, que transforma! Como vou procurar outra coisa ou pessoa se Jesus tem tudo, se Ele é abundantemente completo?

Animo seu coração hoje a seguir Jesus se não era ainda um discípulo dele. E você que já é discípulo de Cristo, não desista de ficar na sombra do Mestre. Não se esqueça: Somente Ele tem palavras de vida eterna!

C. Tem crido nele (Jo 6:69) e 2 Tm 1:12, 13

O verdadeiro discípulo crê em Cristo, mesmo que Suas palavras são duras.
Quando o aluno conhece bem seu mestre, sabe que a exortação do mestre é para o seu bem e crescimento.

Não podemos crer em Cristo somente quando tudo esta bem, mas principalmente quando as coisas não estão como queremos e principalmente se Ele diz não quando queremos ouvir um sim.

D. Reconhecem que Jesus é o Cristo (João 6:69)

Seguir a Jesus é mais que ir atrás do pão, da água e do milagre que Ele pode fazer para nós. 

Ser um discípulo de Cristo consiste em ter em uma mesma pessoa dois elementos vitais para continuar seguindo-O em todo tempo; são eles: Convicção e revelação.
Os discípulos tiveram uma convicção do chamado quando ouviram a voz do Mestre dizendo: “Siga-me”. E no dia-a-dia com o Mestre tiveram a segunda experiência que é a que alicerça a fé: “A revelação de que Jesus é o Cristo”.

Com estas duas experiências podemos ir até o fim, até à morte e podemos inclusive dizer como Jó: “Ainda que Ele me mate, nele esperarei” (Jó 13:15). Isto é ser um discípulo! 

Deus lhe abençoe hoje com vida plena na pessoa de Jesus.


J. Seni

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por Eu ser, você não deve fazer ...

POR EU SER Deus é Deus! Ele não é definido ou desenhado por nós, humanos mortais e tendenciosos a criar deuses que aceitem nosso compo...