sábado, 18 de junho de 2011

Indo além de nossos limites (3a parte)

Atos 4:31
E, tendo eles orado, tremeu o lugar em que estavam reunidos; e todos foram cheios do Espírito Santo, e anunciavam com intrepidez a palavra de Deus.

Há dois dias estou compartindo a mensagem “Indo alem dos meus limites”. Escrevi sobre nossa relação com Deus e a ousadia para fazer a Sua obra. Temos que ir alem dos limites que estabelecemos.

Hoje tocarei no terceiro e último ponto dessa mensagem; vamos lá.

III) ATINGINDO OS CONFINS



"... e anunciavam com ousadia a Palavra de Deus" (At 4:31). 



III-A) Até onde você colocou suas balizas?

Até onde esta a sua fronteira para anunciar o Evangelho? (At 1:8).
Até onde você já chegou? Até onde seus pés pisaram?
Deus sabia das limitações de entendimento de Abrão e por isso pediu algumas vezes para ele olhar as estrelas dos céus, a areia do mar e o pó da terra. Entende? Assim seria sua descendência. Assim também Deus quer fazer com você, mas é necessário ter a coragem de cruzar “tuas próprias fronteiras” antes de ir às nações.

III-B) O grande desafio de demarcar uma nova linha

Não se esqueça: Deus nos deu um espírito de amor! (2 Tm 1:7). Se amamos as almas iremos além dos nossos limites para alcançá-las (1 Co 13).

Você já ouviu falar do famoso e comovente apelo do pastor Duff? Em sua avançada idade e enfermo, teve que deixar a Índia e ao retornar ao seu país, fez um desafio em uma conferência de jovens para que alguém fosse ocupar seu posto. Ninguém respondeu ao seu apelo e ao ver esta reação, o pastor Duff sofreu um ataque do coração.
Rapidamente o levaram a uma sala ao lado do púlpito daquele templo. Na presença dos médicos ele reagiu e disse: "Tenho que voltar ao púlpito; não terminei minha mensagem e não vi ainda quem vai ser meu substituto"; mesmo com a pressão dos médicos e irmãos para que não voltasse e sim fosse ao hospital, o pastor Duff voltou ao púlpito e disse: "Ainda não vi o meu substituto, onde esta ele?".
Diante desta valorosa atitude e amor pelos perdidos, os jovens naquela conferência foram poderosamente tocados e vários se entregaram a Deus para substituir o pastor Duff na Índia.



Quem ocupará o seu lugar por amor? Quantos missionários, por morte, enfermidades ou outras situações, tem que deixar o posto de trabalho, ficando assim uma vaga. Quem quer este emprego?

Um missionário no norte da África, teve câncer. Por causa da enfermidade voltou ao seu país de origem e ninguém o substituiu. Sabe o que aconteceu? Jesus curou este missionário e assim o posto de soldado de Cristo, não ficou descoberto naquele setor do mundo, permitindo assim que o missionário voltasse ao campo.

Apoiamos uma serva de Deus em um país; ela é só e já de certa idade e sofre alguns problemas de saúde. Ela sempre diz: Estou aqui obedecendo o ide de Jesus porque jovens casais, cheios de vida, saúde, capacidades e recursos não querem vir.

Minha pergunta é: E se Jesus tivesse levado aquele missionário para a glória? E se essa missionária deixar o lugar onde esta no momento? Alguém ocuparia seu lugar? Onde você está? Deus esta buscando-o (a)!



Trabalhei em uma equipe onde duas irmãs tiveram câncer. Que drama! Que experiência! Ao pensar nisto, meus olhos se enchem de lágrimas outra vez. Foi dramático viver cada momento com elas nesta situação e por plano e graça de Deus; ambas, que tinham seus dias contados, estão hoje completamente curadas para a glória do Eholim, o Deus de todos os povos da terra. Até onde você esta disposto a colocar seus limites para servir a Deus e as nações?



Muitos enviados voltam por falta de preparo em diferentes aspectos. Muitas vezes é por causa do sustento. Não aceito voltar por causa disto. Missões não se faz por causa de ter ou não finanças, se faz por obediência à Grande Comissão e no caminho Deus gera os recursos.
O problema não esta na crise financeira de onde o missionário é enviado. O problema esta na convicção da chamada, no quanto o missionário conhece a Deus e no nível de compromisso que a igreja tem com a obra missionária. Nosso país pode estar em crise, mas nunca a Igreja de Cristo. E dinheiro nunca foi problema para fazer a obra missionária! Sempre a obra missionária foi feita com a "oferta da viúva", para que toda a glória seja de Deus.



Lendo o livro "A Canção do Pastor", escrito pelo Dr. Lynn Anderson, observei que o rei Davi, foi um vencedor porque ele se baseou em três realidades fundamentais, vejamos:



1ª) Treinamento: Davi, antes de ser rei, foi pastor. Antes de matar o gigante, ele tinha matado o urso e o leão. Não podemos ignorar o tempo da preparação para sair ao campo missionário. É tão importante quando o tempo no próprio campo missionário.



2ª) Ferramentas: Ele conhecia e confiava em suas próprias ferramentas. Conhecia seu equipamento e tinha uma habilidade natural para usá-la.Ele rejeitou a armadura de Saul (seria sua destruição).



3ª) Confiança: Não era suficiente ele ser treinado e ter suas ferramentas. Na hora da batalha, ele confiava em Deus.

Talvez você voltou do campo missionário por não ter suficiente preparo (transcultural, caráter, etc.) e agora se encontra frustrado e com um sentimento de derrota. Quero animar você a levantar a cabeça. Comece tudo de novo. De maneira correta agora.



Temos um irmão aqui em nossa igreja na Holanda que ele quase morreu, perdeu sua empresa de computadores, perdeu a família, perdeu tudo, menos Cristo. Hoje, restaurado; ele conseguiu concluir sua universidade, já com uma idade que não é normal. Ele é dos que pensam: Nunca é tarde para recomeçar. E você? 



Se lembra do que você leu sobre os dez leprosos na Bíblia? Se lembra também do que você leu dos dez missionários? Onde estão os nove? Onde esta você em tudo isso?



"Porque alguém ouviria o evangelho duas vezes, quando ainda existe milhões que nunca ouviram sequer uma?"



III-C) O que você esta fazendo com as fileiras da retaguarda? Mc 6:34-42 



Na bandeira da Espanha esta escrito: "Plus Ultra". Na conquista daquela terra, os conquistadores chegaram no limite da terra com o mar e disseram: "Plus Ultra", ou seja, Mais além... . Eles acreditavam que não tinham chegado ao seu limite, acreditavam que havia mais, muito mais além das águas que seus olhos contemplavam. Por isso disseram: Plus Ultra, mas além..., há mais para conquistar!

No coração de Deus há essa palavra para Seu povo: Plus Ultra! Ele deseja que você entenda isto. Você não chegou ainda nos teus limites. Você pode dar muito mais para Deus, Sua obra e para as nações.
A questão é até aonde você esta conseguindo ver; até o horizonte que esta no mar, ou além deste horizonte algo te diz que há mais.



IV) CONCLUSÃO

Temos tudo à nossa disposição para fazer muitíssimo mais do que temos feito até agora.

Tudo depende se cruzaremos estes três limites (relação com Deus, ousadia e chegar até os confins da terra) ou se seguiremos dentro da raia já estabelecida.

Tudo na verdade, depende de você. Deus já fez Sua parte.



Espero encontrar você no deserto, levando água aos sedentos.



Que o Deus ilimitado lhe ajude com essa mensagem a ir alem dos seus limites.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Salmos 23 para os missionários

Clique aqui para assistir o vídeo