segunda-feira, 18 de julho de 2011

Gênesis 40


JOSÉ INTERPRETA DOIS SONHOS NA PRISÃO

1 Depois destas coisas o copeiro do rei do Egito e o seu padeiro ofenderam o seu senhor, o rei do Egito.
2 Pelo que se indignou Faraó contra os seus dois oficiais, contra o copeiro-mor e contra o padeiro-mor;
3 e mandou detê-los na casa do capitão da guarda, no cárcere onde José estava preso;

4 e o capitão da guarda pô-los a cargo de José, que os servia. Assim estiveram por algum tempo em detenção.

José fica responsável do copeiro e do padeiro.

5 Ora, tiveram ambos um sonho, cada um seu sonho na mesma noite, cada um conforme a interpretação do seu sonho, o copeiro e o padeiro do rei do Egito, que se achavam presos no cárcere:

6 Quando José veio a eles pela manhã, viu que estavam perturbados:
7 Perguntou, pois, a esses oficiais de Faraó, que com ele estavam no cárcere da casa de seu senhor, dizendo: Por que estão os vossos semblantes tão tristes hoje?

José era uma pessoa sensível às demais. Percebeu que não estavam bem e perguntou.

8 Responderam-lhe: Tivemos um sonho e ninguém há que o interprete. Pelo que lhes disse José: Porventura não pertencem a Deus as interpretações? Contai-mo, peço-vos.

Necessitamos de interpretes.

9 Então contou o copeiro-mor o seu sonho a José, dizendo-lhe: Eis que em meu sonho havia uma vide diante de mim,

O copeiro tem um sonho com figuras que ele conhecia.
Parece ser normalmente assim os sonhos.
As figuras podem ser conhecidas, mas a interpretação é a questão.

10 e na vide três sarmentos; e, tendo a vide brotado, saíam as suas flores, e os seus cachos produziam uvas maduras.

"sarmentos" = ramos.

11 O copo de Faraó estava na minha mão; e, tomando as uvas, eu as espremia no copo de Faraó e entregava o copo na mão de Faraó.

12 Então disse-lhe José: Esta é a sua interpretação: Os três sarmentos são três dias;
13 dentro de três dias Faraó levantará a tua cabeça, e te restaurará ao teu cargo; e darás o copo de Faraó na sua mão, conforme o costume antigo, quando eras seu copeiro.

14 Mas lembra-te de mim, quando te for bem; usa, peço-te, de compaixão para comigo e faze menção de mim a Faraó e tira-me desta casa;
15 porque, na verdade, fui roubado da terra dos hebreus; e aqui também nada tenho feito para que me pusessem na masmorra.

"lembra-te de mim" זכר zakar = trazer à mente, estar no pensamento, mencionar, registrar, fazer um memorial (escrito em que se chama a atenção para um pedido anterior).

Você vai sair e ser restaurado, mas eu vou continuar aqui preso. Lembra-te de mim.
Essa é uma reação normal quando vemos que nossa ruim situação não muda e a de outra pessoa sim.

O ladrão na cruz, pediu o mesmo para Jesus.

Lucas 23:40
E disse a Jesus:Senhor, lembra-te de mim, quando entrares no teu Reino.

16 Quando o padeiro-mor viu que a interpretação era boa, disse a José: Eu também sonhei, e eis que três cestos de pão branco estavam sobre a minha cabeça.
17 E no cesto mais alto havia para Faraó manjares de todas as qualidades que fazem os padeiros; e as aves os comiam do cesto que estava sobre a minha cabeça.

18 Então respondeu José: Esta é a interpretação do sonho: Os três cestos são três dias;
19 dentro de três dias tirará Faraó a tua cabeça, e te pendurará num madeiro, e as aves comerão a tua carne de sobre ti.

A INTERPRETAÇÃO DO SONHO FOI EXATA E CUMPRIU-SE

20 E aconteceu ao terceiro dia, o dia natalício de Faraó, que este deu um banquete a todos os seus servos; e levantou a cabeça do copeiro-mor, e a cabeça do padeiro-mor no meio dos seus servos;
21 e restaurou o copeiro-mor ao seu cargo de copeiro, e este deu o copo na mão de Faraó;
22 mas ao padeiro-mor enforcou, como José lhes havia interpretado.

23 O copeiro-mor, porém, não se lembrou de José, antes se esqueceu dele.

No v.14, José pede para o copeiro lembrar-se dele e isso não acontece.

Não é porque Deus usou a José, ele tinha que sair da prova que estava passando.
Não é porque dois homens saíram da prisão, ele tinha que sair também.

O copeiro se esquece dele, porque Deus se lembrou que ainda não era tempo de José deixar aquela prisão.

Deus tem um tempo para cada um e não podemos querer comparar nossa prova com a prova de outro.

Não tenho que pedir a Deus para tirar-me da prova, mas que me dê força para passar por ela até termina-la.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Lucas, um cristão comprometido