quarta-feira, 6 de julho de 2011

Quando nosso rosto resplandece

Êxodo 34:28-30

O Senhor nos chamou para sermos luz desse mundo (Mt 5:14).
Na oração do salmista, ele pede para que o rosto do Senhor resplandeça sobre nós (Sl 67:1-2).
Para a luz resplandecer em um ambiente outrora escuro, deve-se estar conectada na tomada de onde recebe energia para iluminar. O mesmo deve acontecer conosco em relação à nossa vida com Deus.

Moisés foi uma referência para uma nação. Foi um líder, um homem valente que enfrentou a maior potência mundial de seu tempo e venceu. O segredo de suas vitórias não estava em suas capacidades pois ele mesmo reconhecia que era muito limitado (Ex 3:11; 4:10-13), mas sim no texto que estamos lendo hoje.

28 E esteve ali com o SENHOR quarenta dias e quarenta noites; não comeu pão, nem bebeu água, e escreveu nas tábuas as palavras da aliança, os dez mandamentos.

1. Moisés esteve com o Senhor.

Estar com o Senhor, passar tempo com Deus é o primeiro segredo do brilho do rosto de Moisés.
Hoje muitas pessoas pensam que passar tempo com Deus é para os desocupados. Quando não se tem o que fazer, então se busca ao Senhor; como sempre há o que fazer então nunca se busca a Deus. Estar com o Senhor é escolher a melhor parte (Lc 10:41, 42).
Devemos colocar em nossa agenda um tempo especifico e de qualidade com o Senhor. Em nossos relacionamentos diários, as pessoas percebem se temos estado com Ele ou não.

2. Moisés jejuou ao Senhor.

O jejum é uma prática cristã, porém quase não praticada. Poucos são os cristãos que sabem sobre o jejum na Bíblia e dos que sabem, poucos praticam.
Acredito que o jejum quebranta-nos para que estejamos mais sensíveis ao Senhor.
Moisés esteve com o Senhor e em jejum; isso o levava a estar aberto para receber a revelação da Palavra do Senhor.

3. Moisés recebeu a Palavra do Senhor.

O tempo de qualidade com Deus e o jejum, nos leva à Palavra.
Deus fala como Ele quer, quando e com quem quer, mas podemos reter Suas palavras quando estamos investindo tempo em Sua presença e em consagração.

É inaceitável pensar que um pai não fala com um filho e um filho não escuta o pai; o mesmo não podemos aceitar que Deus não fale conosco. Se Ele não fala é porque na verdade não ouvimos Sua voz.

Precisamos da Palavra do Senhor em nossas vidas cada dia!

29 E aconteceu que, descendo Moisés do monte Sinai trazia as duas tábuas do testemunho em suas mãos, sim, quando desceu do monte, Moisés não sabia que a pele do seu rosto resplandecia, depois que falara com ele.

Depois de estar com o Senhor, de jejuar e de receber a Palavra, Moisés vai ao encontro do povo. Acredito que um homem ou mulher de Deus nunca deve apresentar-se ao povo sem essas três experiências: Estar com Deus, vida de consagração e ter a Palavra do Senhor.

Quando estamos com o Senhor não percebemos, mas nosso rosto resplandece. Há um brilho visível nos olhos daqueles que passam tempo com Deus.
Moisés não percebia, mas seu rosto brilhava. Como é bom não perceber que Deus usa nossas vidas para iluminar aqueles que estão em trevas, como é bom sermos usados pelo Senhor sem perceber. Toda a glória será sempre dele.

30 Olhando, pois, Arão e todos os filhos de Israel para Moisés, eis que a pele do seu rosto resplandecia; por isso temeram chegar-se a ele.

O resultado de buscarmos ao Senhor, consagrando nossas vidas a Ele e recebendo Sua Palavra, é levar luz para os que precisam e um santo respeito com nossa presença onde quer que seja.

Um cristão consagrado, onde chega trás temor. Se a conversa é mundana, as pessoas param de conversar, mudam o assunto e dizem: "ele ou ela chegou".

Como esta seu tempo com o Senhor diariamente? Você separa pelo menos uma hora de oração por dia (Mt 26:40)? Como esta sua consagração? Há sensibilidade para ouvir a voz do Senhor? Quanto tempo passa com Sua Palavra? Entendes o que lês (At 8:30)?
Há uma diferença em sua vida em relação aos demais? Seu rosto brilha?

O Senhor te chama ao monte da intimidade com Ele. Faça isso cada dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário