sábado, 14 de janeiro de 2012

Amigos



Jó 2

11 Ouvindo, pois, três amigos de Jó todo este mal que lhe sobreviera, chegaram, cada um do seu lugar: Elifaz, o temanita, Bildade, o suíta, e Zofar, o naamatita; e combinaram ir juntamente condoer-se dele e consolá-lo.

Uh, que legal! Os amigos vieram de suas regiões para solidarizar-se e consolar a Jó.
Logo vamos ver que tipo de “amigos” eles foram (Jó 16:20), mas não podemos deixar de reconhecer essa nobre atitude; afinal, foram os únicos segundo o texto que vieram nessa hora difícil. Onde estavam todos os demais?

Quando realmente os amigos mostram que são amigos?

Quando Jó desfrutava de saúde, família, riquezas e status; ele tinha tantos “amigos” que nem sabia os nomes. Todo mundo queria ser amigo de Jó. Muitas pessoas se aproximavam para tentar usá-lo e assim obter o que queriam; fosse trabalho, algum favor ou status por “saírem na foto” com o homem mais rico do Oriente.

Quando esse homem passa pela maior prova que já conheci na história, ele fica abandonado.
Com propriedade diz a Bíblia: As riquezas granjeiam muitos amigos, mas ao pobre, o seu próprio amigo o deixa” (Provérbios 19:4).

Li em algum lugar recentemente: “Os objetos foram feitos para serem usados. As pessoas foram feitas para serem amadas. O mundo vai mal porque se usam as pessoas e se amam os objetos”.

Falso amigo é aquele que usa as pessoas para obter e amar os objetos.
Verdadeiros amigos são aqueles que usam os objetivos para amar as pessoas.

O que é um amigo?

Em resumo; amigo é o que Jônatas foi para Davi.

E Jônatas se despojou da capa que trazia sobre si, e a deu a Davi, como também as suas vestes, até a sua espada, e o seu arco, e o seu cinto. 1 Samuel 18:4.

Amigo despoja ou desapossa do que tem.
Desapossa de seu tempo, descanso, conforto e muito mais, para servir ao amigo.

O que Jônatas deu para Davi e o que cada objeto dado representa dentro da amizade?

     -       Capa: Ajuda o amigo com a cobertura espiritual, emocional, etc.
     -       Vestes: Ajuda o amigo em sua dignidade.
     -       Espada: Ajuda o amigo em suas batalhas.
     -       Arco: Ajuda o amigo acertar o alvo dos objetivos corretos na vida.
     -       Cinto: Ajuda o amigo a ser firme em sua caminhada.

Acredito que na melhor das intenções dos amigos de Jó, faltou essas ferramentas ou virtudes para realmente ser de ajuda na hora da angustia. De todas maneiras, expressaram atitudes de verdadeiros amigos.

“Ouvindo, ...”

Procure saber como esta o amigo mesmo estando longe.
Use os meios de comunicações como telefone, internet, etc., para se comunicar com o amigo.
Pergunte para os demais, procure realmente saber como a pessoa esta.

“..., chegaram, cada um do seu lugar: ...; e combinaram ir juntamente ...”

Procure unir forças para ajudar o amigo que esta em sofrimento. Lembro-me dos homens que transportaram um paralitico diante de Jesus (Lucas 5:17-26); uniram forças para ajudá-lo. 

Você tem sido verdadeiro (a) amigo (a) de alguém?
Você tem despojado do que tem para ajudar seu / sua amigo (a)?
Reconhece ter abandonado (a) a pessoa na hora que ela mais precisava de você?

12 Levantando eles de longe os olhos e não o reconhecendo, ergueram a voz e choraram; e cada um, rasgando o seu manto, lançava pó ao ar sobre a cabeça.

“Levantando eles de longe os olhos e não o reconhecendo, ergueram a voz e choraram;...”

Parece que a última vez que Elifaz, Bildade e Zofar, tinham visto a Jó; o tinham deixado bem diferente em relação a como o encontram agora.

Já aconteceu com você, de passar um tempo sem ver uma pessoa amiga e quando a reencontra, ao ver que seu estado é bem ruim, não da um impacto? Pois é, isso aconteceu aqui.

“e cada um, rasgando o seu manto, lançava pó ao ar sobre a cabeça.”

Eles mostraram sensibilidade e solidariedade.

13 Sentaram-se com ele na terra, sete dias e sete noites; e nenhum lhe dizia palavra alguma, pois viam que a dor era muito grande.

“Sentaram-se com ele na terra, sete dias e sete noites; ...”

Nesse versículo, eles mostraram companheirismo na dor. Lembro-me de um amigo que veio estar comigo e minha família quando meu filho Benjamim faleceu; ele se sentou comigo na terra da minha dor. Nunca vou esquecer essa atitude e sou eternamente grato por isso.

“e nenhum lhe dizia palavra alguma, pois viam que a dor era muito grande.”

Também estiveram com a boca fechada por alguns dias. Pena que quando abriram começaram a perturbar a Jó; mas esse é um outro assunto.
Em muitos momentos da vida das pessoas, eles não buscam palavras, mas gestos de apoio como esses. 

Você tem sido amigo (a) de seu / sua esposo (a)?
Teu pai ou mãe são teus amigos? Filhos ou irmãos? 

Talvez esteja pensando que te falta amigos. Você não é o (a) único (a). Amigos mesmos são poucos. Podemos ter muitos conhecidos, uns quantos colegas e poucos amigos.

Diante desse assunto tão importante para todos, quero concluir dizendo que Jesus é o maior e melhor amigo. Ele já é teu amigo?


Ninguém tem maior amor do que este, de dar alguém a sua vida pelos seus amigos. João 15:13.

Nenhum comentário:

Postar um comentário