segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Nosso Alvo

Quanta riqueza há na Palavra de Deus!
Quanto tempo podemos investir nesse Livro Sagrado e quantos princípios, lições e vida podemos receber das Escrituras!

Tenho compartido nesses dias sobre Filipenses 3 focando alguns aspectos:

1.      Nosso momento (v. 1)
2.      Nosso cuidado (v. 2, 3)
3.      Nosso valor (v. 4-8)
4.      Nosso lugar (v. 9-11)

Nesse “tempo com a Palavra”, quero meditar com você sobre “Nosso Alvo”.

12 - Não que já a tenha alcançado, ou que seja perfeito; mas prossigo para alcançar aquilo para o que fui também preso por Cristo Jesus.

Paulo era um homem de projetos. Ele não dava tiros ao ar para ver quais pássaros iria apanhar. Ele tinha claro onde queria chegar.
Precisamos ser pessoas definidas e seguras em Deus do que Ele tem para nós e lutar por esses projetos divinos.

12 - Não que já a tenha alcançado, ...

Em sua caminhada, Paulo reconhecia que ainda não tinha alcançado seu alvo. Como é importante entender isso. Como é importante não se conformar somente com a metade do muro, mas lutar para  completar toda a obra.

Nosso alvo pode ser projetos materiais de conseguir um melhor trabalho, de construir uma casa, de crescer no ministério da igreja, etc. Mas acredito que o maior alvo que devemos ter é o de “alcançar aquilo para o que somos também presos por Cristo Jesus”, em outras palavras; lutar pelos ideais e alvos de Cristo em nossas vidas e não pelos nossos alvos usando a Cristo. Me faço entender?

12 - ..., ou que seja perfeito; ...

Diante da realidade de ainda não ter alcançado todo o propósito de Deus para sua vida, Paulo reconhecia também suas limitações e imperfeição.

Exatamente dessa maneira (ainda não alcancei e sou limitado), arma-se o cenário para a atuação divina. Foi assim que aconteceu com Paulo e com os personagens bíblicos e é exatamente assim que acontece com você e eu quando reconhecemos essas duas verdades.

"Quando o homem chega a seu limite, Deus começa atuar com Seu ilimitado poder".  

13 - Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim,

O que fazemos então quando entendemos que ainda não alcançamos tudo o que Deus tem para nós e que somos limitados?
O que Paulo fez?

13 - ...; mas uma coisa faço, ...

Paulo fez uma coisa que podemos dividir em duas partes:

      1.      Esquecia as coisas que atrás ficam.

Como podemos esquecer as coisas que atrás ficam?
Como podemos esquecer nosso passado?
Paulo não falava de uma amnésia, mas de uma solução de situações do passado.

Não podemos esquecer o passado deixando situações abertas. Precisamos fechar bem os capítulos de nossas vidas para começar a escrever novas páginas.
Se é necessário, peça perdão ou perdoa pessoas que te feriram no passado; se necessário volte lá atrás e resolva situações que ficaram pendentes. Somente assim você poderá “esquecer as coisas que para trás ficam”.

      2.      Avançava para as que estavam diante dele.

Uma vez resolvida as questões do passado, podemos avançar para as que estão diante de nós. Isso era o que Paulo fazia.

O que esta diante de você nesse 2012? Pessoalmente não tenho claro o meu futuro e nem mesmo o dia do amanhã ainda que tenho uma agenda e planos. Dependo de Deus para cada dia.
Mesmo nessa dependência divina, posso avançar para as coisas que estão diante de mim, mesmo desconhecendo-as desde que meu passado esteja resolvido. O que você pensa a respeito?

14 - Prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.

Paulo nos deixa lições maravilhosas. Entendendo que ele não tinha alcançado ainda e que era limitado, ele fazia uma coisa tendo duas partes; esquecia e avançava. Nesse avançar, ele prosseguia para o alvo.

Concluo essa meditação animando você a não desistir no meio do caminho, reconheça que ainda falta e que há limitações e dedique-se a fazer uma coisa; deixe seu passado bem resolvido para projetar-se para seu futuro com esperança mesmo desconhecendo-o.

Prossiga, prossiga para o alvo pelo prêmio da soberana vocação (chamado) de Deus em Cristo. Esse é seu chamado para 2012 e até Jesus voltar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário