quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Tentativa de um Nocaute


Jó 2

1 Num dia em que os filhos de Deus vieram apresentar-se perante o Senhor, veio também Satanás entre eles apresentar-se perante o Senhor.

Os filhos de Deus aqui mencionados são os anjos.

Satanás veio entre eles. Ele não estava satisfeito com o que tinha acontecido com Jó; queria mais. Se Deus permite que o inimigo te toque, ele nunca se contentará, sempre que for possível tentará roubar, matar ou destruir.

Satanás sempre quer se meter onde não é chamado. Lembre-se que ele não é educado (ainda que as vezes pode apresentar-se como) e não pede licença para entrar; assim é o ladrão e ele segue tentando roubar de você tua integridade e comunhão com Deus. Não abra mão.

Também o inimigo quer “misturar-se” no meio das coisas de Deus. Cuidado!
Quantos que baixaram “a guarda” por pensar que estavam em uma “área de segurança” onde só havia “anjos” e sem perceber, estava lá também o acusador?

2 Então, o Senhor disse a Satanás: Donde vens? Respondeu Satanás ao Senhor e disse: De rodear a terra e passear por ela.

Parece ser esse o trabalho do diabo. Fica perambulando pela terra observando o que Deus fez para tentar estragar.
Ele perambula na vida das pessoas, nas famílias, nas igrejas, nos governos, nas nações; sempre tentando fazer algum estrago.

3 Perguntou o Senhor a Satanás: Observaste o meu servo Jó? Porque ninguém há na terra semelhante a ele, homem íntegro e reto, temente a Deus e que se desvia do mal. Ele conserva a sua integridade, embora me incitasses contra ele, para o consumir sem causa.

O testemunho de Jó diante de Deus continuava de pé e a palavra de Deus sobre Jó diante o diabo também. Que tremendo!

“Ele conserva a sua integridade”

Depois de perder todos os filhos e todos os bens; ele se conserva integro.
Integridade não esta relacionada com “momentos”, mas com compromisso e fidelidade a Deus. Que lição para nós!

..., embora me incitasses contra ele, para consumir sem causa.”

Satanás provocou a Deus a respeito de Jó sem motivo.
O inimigo faz isso sempre; agora imagina se ele tivesse algum motivo?

Temos que pensar que sem motivo, ele já procura nos acusar diante do Senhor e se damos “motivo”, ele vai reivindicar diante de Deus o direito legal no mundo espiritual que foi dado pelo pecado para perturbar-nos. A coisa é séria!

4 Então, Satanás respondeu ao Senhor: Pele por pele, e tudo quanto o homem tem dará pela sua vida.
5 Estende, porém, a mão, toca-lhe nos ossos e na carne e verás se não blasfema contra ti na tua face.

“...: Pele por pele, ...”

Usando uma expressão dos jovens: “Agora ele pegou pesado!” O diabo faz isso; usa “armas baixas” onde desconfia que nossas atitudes são resultados de uma motivação errada e que mantemos uma aparência. Ele duvida que se Jó for tocado em sua saúde, sua integridade a Deus continuará.

“..., toca-lhe nos ossos e na carne”

Muitos dizem: “Se temos saúde; isso é o mais importante”.
A saúde não somente é importante como fundamental para a vida.

A proposta do inimigo era essa agora.
Da para perceber que não há misericórdia?

“... e verás se não blasfema contra ti na tua face”

O inimigo dizia que se Jó perder sua saúde, perderá sua fé.
Só restava a saúde e a esposa e talvez algumas pessoas (aquelas que escaparam para dar a ele o aviso das tragédias).

Nossa fé depende do que temos com Deus ou do que somos em Deus?

Lembro-me da velha estratégia do Boxe (chamam de esporte; eu acho que isso não é esporte). O lutador quando vê que seus golpes estão balançando seu adversário, ele “parte pra cima”, ele “vai com tudo” pensando que essa é sua chance de dar um nocaute (em inglês knockout).

Seria o golpe fatal de Satanás sobre Jó? Deus permitiria isso? Não é demais já? Até onde o ser humano agüenta o sofrimento? Jó iria blasfemar como sendo um “desabafo de uma fé confundida e decepcionada”? E se fosse você no lugar de Jó?

6 Disse o Senhor a Satanás: Eis que ele está em teu poder; mas poupa-lhe a vida.

Deus permitiu!
Perguntas? Eu tenho um monte!

Deus permitiu pois seguia acreditando em Jó.
A fé de Deus em Jó parecia ser maior que a fé de Jó em Deus.
Deus acredita muito mais em nós que nós nele.

Imagino um treinador permitindo o atleta treinar no limite de suas forças. Creio que a situação aqui é parecida.

Você acha que já chegou no limite de sua fé e forças?
Creio que você desconhece a força de Deus que esta dentro de si.
Se estiver no limite, é hora de dizer para você mesmo quem és em Deus e quem Deus é para si.

7 Então, saiu Satanás da presença do Senhor e feriu a Jó de tumores malignos, desde a planta do pé até ao alto da cabeça.

“..., saiu Satanás da presença do Senhor”

Saiu “feliz da vida”, todo cheio de confiança em si mesmo e convencido que agora sim ele iria provar para Deus que o “pai da mentira” estava falando a verdade.

“... feriu a Jó de tumores malignos, desde a planta do pé até ao alto da cabeça”

Não fez mais porque Deus não permitiu. O “bicho” é ruim mesmo.
Esses tumores malignos eram afecções na pela (doença com freqüentes manifestações).
Seu corpo de tornou repulsivo onde ele teve que ficar isolado de todos.

8 Jó, sentado em cinza, tomou um caco para com ele raspar-se.

Que quadro mais triste de um homem como Jó.

E agora fica o suspense no ar: Jó não será mais integro a Deus?
Antes de seguir com a história, para e pense por um instante se fosse com você.

Imagine o versículo 8 assim:

“___________________ (teu nome), sentado (a) em cinza, tomou um caco para com ele raspar-se”.

Continuaria sendo integro (a) mesmo estando nas cordas de um possível nocaute?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nova Turma - Curso Prumo Divino