domingo, 15 de janeiro de 2012

Tudo ia bem até que ...


Você já viveu a experiência de estar em um barco e as águas do mar estão tranqüilas, o céu azul e sol brilhando e de repente tudo muda e começa uma grande tempestade?
Parece que foi isso que aconteceu com Jó.

O início do livro de Jó, nos apresenta quem ele era, sua linda família e as riquezas que tinha. Tudo ia bem até que ... sucedeu um dia, ...

1:13 E sucedeu um dia, em que seus filhos e suas filhas comiam e bebiam vinho na casa de seu irmão primogênito,

Me dava a impressão que esse versículo continuaria, mas vamos ver o que aconteceu com seus filhos nos versículos 18 e 19.

1:14 que veio um mensageiro a Jó e lhe disse: Os bois lavravam, e as jumentas pasciam junto a eles;
1:15 e eis que deram sobre eles os sabeus, e os tomaram, e aos moços feriram ao fio da espada; e eu somente escapei, para te trazer a nova.

Os sabeus (tribos nómadas s da Arábia) faziam invasões roubando e matando e resolveram atacar e levar os mil bois e as 500 jumentas (v. 3) e matar à espada os empregados que cuidavam desses animais.

Jó perdeu muito nesse momento, ficou triste, mas ainda tenha toda a família e boa parte dos bens.
Talvez pensou porque os sabeus o tinha atacado sendo que ele servia a Deus.

Já aconteceu ou está acontecendo coisas que você se pergunta: Por que comigo se sirvo a Deus com integridade de coração?
Biblicamente o Senhor nunca disse que não sofreríamos, ao contrario. A “Teologia da Prosperidade” esta longe da realidade da vida.

1:16 Estando este ainda falando, veio outro e disse: Fogo de Deus caiu do céu, e queimou as ovelhas e os moços, e os consumiu; e só eu escapei, para te trazer a nova.

A notícia da perca dos 1.000 bois, de 500 jumentos e vários empregados, ainda não tinha sido “digerida” por Jó e já veio outra; agora perdeu parte de suas riquezas por um acidente da natureza onde “caiu fogo do céu”?
O mensageiro ainda diz que o fogo veio de Deus; aí sim complica tudo! Como fica a cabeça de Jó nessa hora?

"Calma! Tudo estava tão bem a uns minutos atrás. Os sabeus mataram alguns empregados e levaram muitos animais e agora Deus envia fogo do céu e destrói parte de minhas riquezas?" Palavras de Jó?

O mensageiro disse que foi Deus que enviou como uma expressão por ter vindo vir do céu, mas sabemos que era Satanás atacando a Jó com a permissão divina. O único que não sabia disse era o próprio Jó.
Satanás faz coisas terríveis e procura culpar a Deus.

Agora não foi o ataque de pessoas maldosas, foi Deus? Foi a natureza?
Seja quer for, nessa Jó perdeu todas as 7 mil ovelhas (v. 3) que tinha e mais empregados que foram queimados.

Perguntas? Certamente muitas já estavam passando na mente de Jó.
Contabilizando o prejuízo: Todos os bois, jumentos e ovelhas e muitos empregados.
Fonte do problema: Ataque humano e da natureza.

Enquanto Jó tenta levantar-se do segundo golpe procurando uma resposta a todos esses acontecimentos, entra um terceiro mensageiro.

1:17 Estando ainda este falando, veio outro e disse: Ordenando os caldeus três bandos, deram sobre os camelos, e os tomaram, e aos moços feriram ao fio da espada; e só eu escapei, para te trazer a nova.

Antes os sabeus tomam bois e jumentos, agora os caldeus (povo semita radicado ao sul da Mesopotâmia) levam os 3 mil camelos (v. 3) e matam vários empregados.

“Esperem, esperem por favor; com essa notícia significa que perdi todos meus 11 mil e 500 animais e 90 % dos meus empregados. Não tenho como indemnizar as famílias das vitimas, poderia pagar vendendo meus animais, mas não os tenho mais”.  O que faço agora? Palavras de Jó?

1:18 Estando ainda este falando veio outro e disse: Estando teus filhos e tuas filhas comendo e bebendo vinho, em casa de seu irmão primogênito,
1:19 eis que um grande vento sobreveio dalém do deserto, e deu nos quatro cantos da casa, a qual caiu sobre os jovens, e morreram; e só eu escapei, para te trazer a nova.

Chamou-me a atenção o v. 13 e o 18.
O texto começa a falar dos filhos e para, logo entra nas tragédias. Só no 18 e 19 que entendemos o que aconteceu com os filhos de Jó.

"Bom, por último tenho minha família. Minha esposa e filhos ainda estão comigo". Palavras de Jó?

Atacado pelos sabeus e pelos caldeus, depois pelo fogo e agora pelo vento.
O vento levou seus filhos, levou o resto ou a única alegria que restava para Jó.

Creio que não tem coisa pior para um pai ou mãe ver seu filho ou sua filha sofrendo. Ter conhecimento da morte dos filhos é indescritível a dor. Já aconteceu com minha esposa e eu; sei do que escrevo.

Observe alguns detalhes nessa grande “tragédia” de Jó:

* Todos os filhos eram amados por Jó.
Seu amor era refletido em sua preocupação e ação com a vida espiritual deles (Jó 1:4, 5).

* Todos os filhos desfrutavam de saúde.
Não foi uma morte que o pai esperava por causa de uma enfermidade. Não houve tempo para “preparar” o coração, se é que posso dizer assim. Foi uma terrível surpresa que apunhalou o coração de Jó e certamente de sua esposa.

* Todos os filhos morreram ao mesmo tempo.
A dor de perder um (a) filho (a) é muito grande, mas de perder 10 ao mesmo tempo ; é demais! Não dá para explicar. Normalmente muitas pessoas ficam loucas ou descontroladas se acontece algo assim.

Ainda na tentativa de avaliar o prejuízo, vem o “duríssimo golpe”. Jó perde no mesmo momento todos seus filhos. Inaceitável não é?.

Imagina as perguntas que vem à mente desse homem: Por que? O que fiz de errado? Onde estava Deus? Sempre fui fiel e porque Deus permite isso? 

Tudo ia bem até que em um dia sucedeu o ruim.
O que fazer quando isso acontece?

Quando acontece coisas assim, precisamos estar preparados, fortalecidos e bem convictos de quem somos em Deus e de quem Deus é para nós. 

A única maneira de enfrentar o dia em que sucede coisas ruins é com Jesus. Convide-o para ser seu Senhor e ajudar a você a passar pelo dia ruim e ficar firme.

Nenhum comentário:

Postar um comentário