terça-feira, 8 de maio de 2012

Onde esta meu pai?


Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus; aos que crêem no seu nome; João 1:12.

Conheci um homem que nunca conheceu seu pai.
Em sua juventude e não suportando mais essa dor, procurou descobrir quem era seu pai e se ainda vivia. Com muito esforço, soube que seu pai era uma pessoa muito famosa em sua sociedade.

O rapaz conseguiu o número de telefone e ligou. Aquela voz estranha atendeu e ele não sabia o que dizer. Finalmente disse: "Sou teu filho e quero te conhecer". O pai não negou o encontro e marcaram para encontrarem-se em um determinado lugar a certo dia e hora.

Chegou o grande dia e lá estava o jovem; chegou a hora e o pai não tinha chegado. Ficou esperando e esperando. Telefonou no celular do pai e ele não atendeu. Depois de muito tempo, ele foi embora muito triste. Ao chegar em casa ligou a televisão e estava dando nas noticias que o famoso "fulano de tal" tinha falecido naquele dia em um acidente - era seu pai.

Depois que escutei essa história da boca do próprio filho que nunca tinha conhecido seu pai, entendi porque sofria tanto com problemas emocionais.

Quantos nesse mundo passaram por isso?
Quantos vivem sem nunca terem sentido a mão do pai quando tiveram medo?
Quantos chamaram pelo pai e ele nunca veio?

Li uma história de um pai na Espanha que decidiu reconciliar-se com seu filho que tinha ido embora de casa cheio de ressentimentos de dor, ódio e falta de perdão.

O pai publicou em um jornal a seguinte nota: "Paco, vamos nos encontrar no Hotel Montanha terça ao meio dia. Tudo perdoado, papai." como Paco é um nome comum na Espanha, quando o pai chegou no lugar marcado havia vários jovens chamados Paco, todos eles estavam a espera de seus pais.

Infelizmente histórias como essas, acontecem na Espanha, no Brasil, na Holanda ou em qualquer lugar do mundo.

Temos milhares de pessoas feridas com a figura paterna e com a figura de autoridade.
Parece que não, mas isso afeta demais nossa relação com Deus. Muitos conseguem ver a Deus como Todo-Poderoso, criador do universo, grandioso, etc., mas não conseguem ver a Deus como Pai.

Descobri que o maior desejo de Deus em revelar-se para mim é como pai. Muitos não entendem essa linguagem, mas ver a Deus como Pai, é desfrutar desse afago, dessa proteção, dessa mão, desse cuidado que todo ser humano necessita.

Se teu pai humano falhou, saiba que o Pai celestial não e Ele quer curar tuas feridas, medos e traumas com Seu amor e cuidado.

Talvez você pergunte onde Deus estava quando aconteceu o que aconteceu com você. Ele estava lá com você, protegendo-o (a) para manter-lhe a vida e hoje revelar-lhe Sua paternidade.

O pai da primeira história não veio, o pai da segunda história veio e ficou surpreendido com tantos filhos carentes e o Pai da sua história e da sua vida esta diante de você hoje e dizendo-lhe: "Filho (a), não tenha medo, eu estou aqui".

Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus; aos que crêem no seu nome; João 1:12.

Como ter a Deus como Pai? É possível? Será que Ele vai me decepcionar? Nunca!

É possível desfrutar de uma relação estreita com Deus tendo-o como seu pai, através de Jesus. Se é possível agora, após ler essa pequena mensagem, tome uns minutos para falar com Deus sobre isso.

Lembre-se: Deus quer ser seu Pai e segurar hoje tuas mãos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário