sábado, 6 de abril de 2013

Não 10%, mas 100%



Crônicas 29:14
Porque quem sou eu, e quem é o meu povo para que pudéssemos dar voluntariamente estas coisas? Porque tudo vem de Ti, e das Tuas mãos To damos. 

Lamento muito toda a exploração que "ladrões da fé" fazem em nome do Evangelho, manipulando a milhares de pessoas para vender até um pedaço de terra no céu. Absurdo! E o maior absurdo é ver as multidões atrás disso.
Isso mancha a milhares de homens e mulheres de Deus que trabalham seriamente pela causa do Evangelho de Cristo.

Pagar para receber oração, evangelho da prosperidade, barganhas com Deus e muito mais; são alguns dos produtos nas prateleiras do "mercado gospel" nesses dias.

Diante de tudo isso, os que trabalham seriamente e com integridade, são constrangidos para não falar sobre finanças para não serem confundidos.

Não é porque falam sobre um assunto bom de forma errada, que vamos deixar de ensinar todo o conselho de Deus incluindo as finanças.

Quero nesse pensamento, falar sobre as ofertas e os dízimos.

É bíblico levar ofertas voluntárias para a Casa de Deus e ofertar para Sua obra..

2 Coríntios 9:6, 7
6 E digo isto: Que o que semeia pouco pouco também ceifará; e o que semeia em abundância em abundância também ceifará.
7 Cada um contribua segundo propôs no seu coração, não com tristeza ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.

Alguns esclarecimentos sobre oferta:

1. É bíblico. Podemos encontrar por toda a Palavra de Deus.
2. Nasce de uma coração agradecido que voluntariamente contribui.
3. Não se faz com tristeza, mas com alegria. 
4. Não se oferta o resto, mas se oferta na proporção do que temos sido abençoados financeiramente. 
5. Oferta não é esmola.

Infelizmente, a figura abaixo expressa uma triste realidade. Espero que suas finanças não se enquadrem na situação ilustrativa.


Alguns interpretam que dízimos eram somente para o Antigo Testamento e outros que dar ofertas para a obra de Deus é jogar fora seu dinheiro. Afirmo que tanto o dízimo como as ofertas voluntárias são bíblicas e tenho essa prática desde o começo de minha fé.

Quanto Deus entregou para nós? Tudo. 100% e o mais precioso; Seu Filho (João 3:16). E deu por amor.

"Se temos dificuldade de ofertar e dizimar financeiramente, muito mais dificuldade teremos em dar de nós mesmos ao Senhor e Sua obra." JLS

O quanto entregamos para Deus e Sua obra de nós mesmos e de nossos recursos?

Quero compartir com você essa interessante ilustração:

Um jovem casal que se havia mudado recentemente para uma nova localidade, desejou unir-se a uma igreja próxima e pediu que o pastor os visitasse e os instruísse acerca dos ensinos da igreja. Um membro leigo soube do interesse do casal e decidiu "ajudar" o pastor, telefonando para aquela jovem senhora.

- O pastor ainda não lhes falou sobre o dízimo? - perguntou o paroquiano.

- Não - respondeu a senhora.

- Bem - informou o membro - ele vai dizer-lhes que, antes de poderem fazer parte da congregação, terão de concordar em pagar 10 por cento de suas entradas para a igreja.


Quando o pastor visitou novamente aquele casal, a primeira coisa que a esposa perguntou foi:

- É verdade que se exigirá de nós o pagamento de 10% de nossas entradas, antes que possamos fazer parte da igreja?

O pastor suspirou uma rápida oração silenciosa por sabedoria. Mantendo a serenidade, respondeu:

- Lamento, mas a senhora foi mal informada. Na verdade, vocês serão solicitados a dar 100% e além do mais dar-se a si próprios. A Bíblia ensina que tudo pertence a Deus pela criação; portanto, qualquer coisa que Lhe devolvermos, já era dEle para começar. 

Deus testa Seus filhos, instruindo-os a devolverem um décimo de sua renda para o Seu "tesouro" - a Casa de Deus. Isso é chamado o dízimo. 

Malaquias 3:10
Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim, diz o SENHOR dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu e não derramar sobre vós uma bênção tal, que dela vos advenha a maior abastança.

Não questionamos quando na nota do restaurante vem 15% para o garçom. Por que questionamos os 10% que devemos devolver para a Casa de Deus?


Muito mais que 10%, Deus pede a nós mesmos em sacrifício vivo, santo e agradável; isso significa 100%.

Romanos 12:1
Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis o vosso corpo em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.

Ele entregou 100% e você?

JLS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Salmos 23 para os missionários

Clique aqui para assistir o vídeo